Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrever Descrever!!

Assim me encontro a tirar de dentro de mim pedacinhos meus, teus que se escondem em meus pensamentos para se revelarem aos olhos teus..Em toda a parte só se aprende com quem se gosta.



Sábado, 28.07.12

Estas

Por estas horas de tranquila e doce paz, 
Quanta serenidade o espírito me traz! 

É nestas horas, quando a treva se constela, 
Que ouço o teu canto nas estrelas, Filomela! 

Por estas horas, a minh'alma anseia por 
Teu encanto, Ventura! e teu engano, Amor! 

É nestas horas de tristeza e esquecimento 
Que eu gosto de ficar só com o meu pensamento. 

Por estas horas eu me julgo Parsifal 
Para ir pela renúncia à conquista do Graal. 

É nestas horas que, como um eco profundo, 
Repercute no meu o coração do mundo. 

Por estas horas transitórias e imortais 
Se desvanecem minhas dúvidas fatais. 

É nestas horas de harmonia indefinida 
Que eu tento decifrar o teu enigma, Vida! 

Por estas horas, meu instinto morre, com 
A intenção de ser justo, o anseio de ser bom. 

É nestas horas de fantástico transporte 
Que eu busco interrogar a tua esfinge, Morte! 

Por estas horas, eu me enlevo assim, porque 
Vela no lodo humano a luz que tudo vê... 

Por tuas horas silenciosas, benfazejas, 
Deusa da Solidão, Noite! bendita sejas!


Da Costa e Silva

Autoria e outros dados (tags, etc)

por leneoliveira às 12:21


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031