Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrever Descrever!!

Assim me encontro a tirar de dentro de mim pedacinhos meus, teus que se escondem em meus pensamentos para se revelarem aos olhos teus..Em toda a parte só se aprende com quem se gosta.



Terça-feira, 24.09.13

De longe hei de amar-te

De longe hei de amar-te
da tranquila distância
em que o amor é saudade
e o desejo, constância.

Do divino lugar

onde o bem da existência
é ser eternidade
e parecer ausência.

Quem precisa explicar
o momento e a fragrância
da Rosa, que persuade
sem nenhuma arrogância?

E, no fundo do mar,
a estrela, sem violência,
cumpre a sua verdade,
alheia à transparência.

- Cecília Meireles 

Foto: De longe hei de amar-te da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância.  Do divino lugar onde o bem da existência é ser eternidade e parecer ausência.  Quem precisa explicar o momento e a fragrância da Rosa, que persuade sem nenhuma arrogância?  E, no fundo do mar, a estrela, sem violência, cumpre a sua verdade, alheia à transparência.  - Cecília Meireles   Visitem e Participem de nosso Blog: http://sentimentoempoesias12.blogspot.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

por leneoliveira às 15:51


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930