Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escrever Descrever!!

Assim me encontro a tirar de dentro de mim pedacinhos meus, teus que se escondem em meus pensamentos para se revelarem aos olhos teus..Em toda a parte só se aprende com quem se gosta.



Quarta-feira, 04.07.12

Coisas do destino

Coisas do destino



No aeroporto centenas de pessoas iam e vinham apressados.
Renato esperava Milena ,a mulher com quem pretendia se casar em um mês, mas ele esperou em vão, ela não veio.
Ao voltar para o escritório, abriu sua caixa postal e viu um email da sua noiva dizendo que mudara de idéia e que iria viajar para o exterior, que recebera uma ótima proposta de trabalho e talvez quando voltasse às coisas pudesse ser diferente, se ele ainda estivesse disponível.
Ele pensou que foi até bom ter acontecido isso, pois tivera a oportunidade de perceber que os dois nada tinham em comum além da atração física e isso não seria o bastante para se prender a um casamento.
Nesse instante Eveline sua secretária entrou e o cumprimentou, perguntou sobre a noiva dele, como ela estava e ele disse com o rosto sem nenhuma expressão; - deve estar bem, ela não veio, e nem virá mais, vai morar no exterior, optou pela carreira dela.
Eveline que costumava ser sempre discreta, disse simplesmente; sinto muito quem sabe ela mude de idéia, e começou a trabalhar, enquanto Renato ficou a olhar para ela e notou como era linda e distinta, uma verdadeira lady.
Estranho como nunca percebera essas qualidades antes, pensou ele.
No final da tarde, ele perguntou se Eveline tinha algum compromisso para aquela noite e ela disse que não, então ele a convidou para jantar. Ela aceitou de bom grado já que não tinha nada de importante para fazer.
 Depois do jantar foram dançar e descobriram que tinham muita coisa em comum voltaram para casa ao amanhecer ,cansados mais felizes; Ainda bem que era sábado e poderiam descansar da noitada que foi muito divertida.
Depois disso eles passaram a se encontrar sempre e um ano depois estavam casados e felizes.
Agora cinco anos após aquele dia no aeroporto Renato recebia um telefonema da Milena comunicando a sua volta e convidando-o para um encontro para matar a saudade.
-Um minuto, por favor, querida, disse ele. –E perguntou? - Eveline você está a fim de ir à casa da Milena, ela está nos convidando para um drink.
-Deixo que você decida amor respondei Eveline. Milena que ouviu a conversa dos dois perguntou; - quem é Eveline? - É minha mulher, estamos casados há quatro anos e continuou.
-Espero que tenha feito uma boa viagem de regresso Milena, hoje estou um pouco cansado, é melhor deixar para outra hora esse encontro, - eu e Eveline teremos prazer em aceitar seu convite num dia mais propício.
Desligou o telefone e abraçando a sua esposa disse: 
-Já falei que eu te amo hoje?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por leneoliveira às 12:28



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2012

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031