Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrever Descrever!!

Assim me encontro a tirar de dentro de mim pedacinhos meus, teus que se escondem em meus pensamentos para se revelarem aos olhos teus..Em toda a parte só se aprende com quem se gosta.



Domingo, 04.12.11

DE PEITO ABERTO


DE PEITO ABERTO

Enganei-me! Enganei-me! Paciência.
Pensei que irias amar-me bem mais do que poderia.
Por isso perdoa-me! Pois não foi tua a culpa
De eu ter criado tão estranha fantasia.

Eu cri! E como cri... Santa inocência!
Que me oferecendo a ti, inda que na virtualidade,
Não longe você também te oferecesse a mim,
E assim nos uníssemos em prol da felicidade.

Mas eu errei... E como errei! Que desespero...
Lancei pra ti o meu amor de forma errada.
E agora que todo o meu amor pra ti doei,
Se surge alguém, pra este não resta mais nada.

Judias de mim... Mas podes ter plena certeza!
Tu bem mais perdes ao ignorar que não me queres.
Pois com igual amor não terás outro igual a mim
Enquanto, igual ao teu, encontro em muitas mulheres.
O poema completo está na:

Autoria e outros dados (tags, etc)

por leneoliveira às 21:49


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031